Mini férias Chile: Dicas para aproveitar 4 dias em Santiago

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Existe coisa melhor do que viajar? Olha, eu acho que não! hehe

Em agosto desse ano, entrei de férias do trabalho e fui me aventurar com a minha prima em Santiago do Chile.

Nunca pensei em ir para lá, mas confesso que foi uma viagem incrível! O lugar é lindo, a arquitetura da cidade é bem sofisticada e tem muita coisa legal para conhecer lá. Quem ainda não foi, indico essa viagem com toda certeza!

Ficamos na cidade 4 dias, então vou compartilhar com vocês o nosso mini roteiro de viagem e algumas dicas bacanas para vocês aproveitarem ao máximo a cidade.

Dia 1: Conhecendo a vinícola Concha y Toro

Como chegamos em Santiago no sábado à tarde, aproveitamos o restinho do dia para descansar e planejar nossos passeios pela cidade. Ficamos hospedadas no Hotel Diego de Almagro, no bairro Providência, um dos bairros mais procurados pelos turistas já que fica bem localizado e possui acesso facilitado a todos os pontos da cidade através de ônibus, metrô, taxi ou uber. Vale super a pena!

No dia seguinte, decidimos conhecer uma das vinícolas mais famosas do Chile, a vinícola Concha y Toro (maior exportadora de vinhos da América do Sul). O passeio pode ser feito por agências de turismo, mas você pode fazer tranquilamente por conta própria. Além de ser beeeem mais barato, você consegue planejar todos os seus horários e não se restringir ao cronograma das agências. E foi assim que fizemos em todos os passeios. 🙂

conchaytoro

Para começar, o primeiro passo é marcar a visita no site da vinícola. Você pode escolher entre dois passeios: o tour tradicional é composto por 3 degustações de vinhos diferentes ou o tour mais completo Marqués de Casa Concha composto por 7 degustações de vinho. Nós optamos pelo passeio completo e confesso que foi a melhor opção.

conchaytoro-04

Para chegar ao local, pegamos um metrô na estação Tobalaba, sentido Plaza de Puente Alto e descemos na estação Las Mercedes. Lá pegamos um ônibus azul (você pode pegar os ônibus 73, 80 e 81) e paramos na esquina da vinícola. Todo esse percurso durou mais ou menos 1 hora. Chegando lá, fomos até a bilheteria, pagamos nossa reserva e ganhamos uma pulseirinha laranja para indicar qual seria nosso grupo para visitação.

conchaytoro-03

O tour começou com uma visita pelos jardins da propriedade, os vinhedos e, por fora, La Casona, a residência de verão da família. Infelizmente, como fomos em agosto, não pegamos a época de degustação das uvas no vinhedo já que todas as cepas estavam secas. Uma dica para quem tem interesse nesse passeio é ir em fevereiro e março, época de colheita.

conchaytoro-09

Depois do passeio pela área externa, nos direcionamos à cave Casillero del Diablo, onde conhecemos a história de um dos mais famosos vinhos do mundo.

Até essa etapa do passeio realizamos 3 degustações dos vinhos produzidos ali: 1 vinho branco e 2 vinhos tintos. Um mais incrível que o outro. E como boa filha de italiano, amo saborear um bom vinho. ❤

conchaytoro-07

conchaytoro-06

Por fim, participamos de uma degustação de 4 tipos de vinho, numa sala fechada, onde o sommelier nos ensinou qual é o vinho ideal para cada tipo de alimento, além de dicas para identificarmos um bom vinho e apreciá-lo de forma correta. Amei!

conchaytoro-10

Recomendo esse passeio para todos que pensam em ir para Santiago do Chile.

Dia 2: Conhecendo a cidade

No dia seguinte, fomos até o centro conhecer todos os pontos turísticos da cidade. Pegamos o metrô na estação Tobalaba, sentido San Pablo e paramos na estação Santa Lucia, onde conhecemos o cerro Santa Lucia. Primeiro ponto turístico visitado.

O lugar é muito bonito e vale subir até o mirante para ver o centro da cidade de um ângulo diferente, além do privilégio de ver a Cordilheira do Andes, ao fundo, coberta de neve.

cerro-santa-lucia

cerro-santa-lucia-02

Como os outros pontos turísticos são muito próximos e ficam no centro, optamos por caminhar até cada ponto, assim aproveitamos para conhecer cada cantinho da cidade.

Fomos no Museu Bellas Artes (estava fechado na segunda-feira, então aconselho a pesquisarem os dias de abertura antes de fazerem esse passeio), Plaza de Armas, Catedral Metropolitana, Palácio de La Moneda e o Mercado Central.

catedral-santiago

Aproveitamos nossa ida ao centro da cidade para trocarmos nosso dinheiro. E essa é uma dica super importante! Vá para o Chile com poucos pesos chilenos. Deixe para trocar a moeda no país, pois a taxa de câmbio acaba sendo muito melhor lá. Trocamos nosso dinheiro na casa de câmbio Afex, do centro, com o real valendo 188 pesos chilenos. O melhor câmbio de toda a cidade! #FicaDica

No meio da tarde, voltamos para o bairro Providência e fomos no Sky Costanera, o mais edifício de toda a America Latina e que possui uma vista em 360º de Santiago.

sky-costanera

Lá em cima, pudemos ver toda a cidade, a Cordilheira dos Andes e o um lindo pôr do sol. Quem for para a Santiago, precisa visitar o Sky Costanera. Você vai se apaixonar por cada cantinho que conhecer! A cidade é muito histórica, então quem gosta disso, com certeza vai amar também. Lá, eles possuem um guia que conta toda a história da cidade e apresenta todos os pontos turísticos num tour pela vista em 360º da cidade.

sky-costanera-02

sky-costanera-03

Esse dia foi bem cansativo, mas aproveitamos muito!

Dia 3: Conhecendo o Valle Nevado

Acho que para mim foi o ponto mais alto da viagem. Enfim, vi a neve de pertinho!! 😍

Esse passeio até o Valle Nevado também pode ser feito por agências de viagem ou por conta própria.

Fomos de metrô da estação Tobalaba até a estação Escuela Militar. Saindo do metrô, fomos até a loja Ski Total, onde é possível alugar equipamentos para esquiar ou apenas alugar a van para ir até o Valle Nevado. No meu caso, não esquiei, fui apenas para conhecer e passar o dia lá. Já minha prima fez o pacote completo.

valle-nevado

valle-nevado-03

O Lugar é lindo!! E ter visto a neve de pertinho na Cordilheira dos Andes não tem preço, sério! Fiquei apaixonada.

Para quem vai apenas visitar, vale comprar pelo menos o passeio na gôndola, onde você pode subir aonde as pessoas esquiam e também tem acesso ao restaurante e lojinha para comprar suvenir.

valle-nevado-04

valle-nevado-02

Amei cada momento nesse lugar! Vale visitar.

O Valle Nevado é super procurado por quem tem interesse em praticar snowboard ou esqui, desde principiante à profissionais. Quem for para o Chile com esse objetivo, no Valle Nevado existem alguns hotéis para hospedagem. Vale pesquisar o que mais se encaixa na sua necessidade.

Dia 4: Shopping Costanera Center e volta para casa

Deixamos o último dia para rodar o Shopping Costanera Center e comprar presentes para a gente e para a família. Esse shopping possui várias lojas, entre elas: H&M, Zara, Victoria Secrets e várias outras lojas para cada tipo de público.

O legal desse shopping é que cada andar possui lojas específicas: 1º andar – lojas para presentes, 2º andar- lojas para mulheres, 3º andar – lojas para homens e infantil, 4º andar – lojas para esportes, 5º andar fica a praça de alimentação e o 6º andar o cinema. Assim, você consegue encontrar tudo mais rápido e focar no que você realmente procura.

Para quem está viajando e quer economizar, esse modelo é muito útil! hehe

costanera-center-santiago

Depois do almoço voltamos para o hotel, pegamos as malas e fomos para o aeroporto. Marcando nosso final de viagem. 😢

Não conseguimos ir em todos os lugares que queríamos, devido ao pouco tempo que tivemos para fazer tudo e pelo tanto de coisa que a cidade oferece, mas isso acaba sendo mais uma razão para voltarmos novamente. 😀

Gostaram desse post? Compartilhem aqui nos comentários suas experiências na cidade e dicas de outros lugares que eu possa visitar também.

One thought on “Mini férias Chile: Dicas para aproveitar 4 dias em Santiago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *